Tag: Jack Ma

O evento chinês, criado em 2009, hoje é quatro vezes maior do que o mundialmente conhecido Black Friday.

A Black Friday e a Cyber Monday são duas grandes oportunidades de lucro para os donos dos maiores e-commerce, e para poupar o dinheiro do consumidor, que adquire produtos com até 70% de desconto. Entretanto, o irmão mais novo chegou para destronar os eventos concorrentes.

Criado pelo CEO da Alibaba, em 2009, o Singles’ Day, celebrado na china todos anos no dia 11 de novembro, arrecadou cerca de U$25 bilhões em vendas apenas em 2017.

Em 2015, os consumidores compraram cerca de U$14 bilhões online em produto na Alibaba durante as 24 horas do evento. Em 2018, a empresa ultrapassou este valor em apenas 15 horas!

A origem do evento:
O termo “Singles’ Day” surgiu no anos 90, na Universidade de Nanquim, onde quatro estudantes solteiros resolveram confrontar o Dia dos Namorados (Valentine’s Day) ao celebrar a amizade indo às compras e fazendo outras atividades que eles associavam à independência. No entanto, o ato rapidamente ganhou popularidade entre os homens das outras universidades chinesas até se tornar um grande movimento nacional.


A data escolhida tem um porquê: onze de novembro, escrito em números, é 11/11. O algarismo 1 repetido quatro vezes simboliza a solidão. Por algum motivo, na cultura chinesa, chegar aos 27 anos solteiro é motivo de preocupação para a família, e a pressão recai com maior peso sobre os homens, embora as mulheres também gostem da ideia. ¹


Em 2009, Jack Ma, CEO da gigante Alibaba e segundo homem mais rico da china, enxergou uma oportunidade comercial e adotou a data como uma forma de atrair consumidores para a Tmall, a plataforma de compras da Alibaba, além da possibilidade de incrementar as vendas entre a Golden Week (feriado chinês com sete dias) e o Natal.

 

Jack Ma – Cofundador e presidente do Alibaba Group

 

Inicialmente, Jack Ma não tinha a intenção de repetir o evento, até ver que os números excederam todas as suas expectativas, mais tarde sendo reconhecido como um dia anual de compras.


O Single’s Day é uma grande oportunidade para movimentar a economia chinesa. Além do consumidor que se beneficia com descontos de até 70%, muitos trabalhadores fazem horas extras, e quase 2 milhões de funcionários dos correios chineses ficam de prontidão para fazer as entregas.


Embora seja muito comparada com a Black Friday, o Single’s Day tomou proporções ainda maiores e hoje é a 1ª maratona de compras do mundo. Em 2017, quando arrecadou US$ 25,3 bilhões em vendas, tornou-se maior do que a Black Friday e a Cyber Monday juntas.

 

O Alibaba não foi o único gigante do e-commerce a se beneficiar com o festival. A JD.com e a Suning também participaram.

O que é comprado?
Em 2015, os itens mais vendidos no Tmall foram os smartphones Xiaomi e Huawei, mas outras marcas estrangeiras como Uniqlo e ONLY também figuravam entre as mais populares. E para as crianças, bonecas Barbie e brinquedos da Fisher Price.


Lee McCabe, VP do Alibaba nos EUA, disse o porquê de o Singles’ Day ser hoje o maior evento de compras online:
– Mais de 180 mil marcas já participaram.
– 60 mil marcas internacionais.
– Abrange mais de 200 países.

A plataforma tenta equilibrar as vendas dividindo o evento em duas partes. Em 11 de novembro, quem se beneficiam são as grandes marcas, que acabam eclipsando os pequenos vendedores. Em 12 de dezembro, as marcas menores e médias têm mais foco na plataforma.

Em 2018 foram feitos mais de 1 milhão de pedidos, sendo a maioria a partir de smartphones. Cerca de 40% do total de compras são de marcas internacionais. O Japão e os EUA também tiveram uma boa participação nas compras. ²


O site de compras Aliexpress, pertencente ao grupo Alibaba, foi um dos poucos que aproveitou a data no Brasil. Aqui, o Dia dos Solteiros é comemorado em 15 de agosto, mas sem grandes impactos comerciais.


Referências:

What is China’s Singles Day and how does it compare to Black Friday?
Chineses Comemoram Dia do Solteiro indo às compras
Alibaba bate o recorde de vendas na China